> Notícias

Cidades aderem à Hora do Planeta 2018


font_add font_delete printer
Este ano, a celebração acontece no dia 24 de março, das 20h30 às 21h30. Foto: Domínio Público

Este ano, a celebração acontece no dia 24 de março, das 20h30 às 21h30. Foto: Domínio Público

Movimento de apagar as luzes é um alerta necessário sobre os impactos das mudanças climáticas, que estão cada vez mais constantes e intensos

12/03/2018

A Hora do Planeta é a maior mobilização mundial na conscientização sobre as mudanças climáticas e já faz parte do calendário brasileiro em muitas cidades. Em 2018, a data de mobilização será no dia 24 de março (sábado), com uma grande novidade: pela primeira vez, a campanha terá uma estratégia de três anos, até 2020, com foco na relação entre as mudanças climáticas e a importância da biodiversidade.

Desde que foi lançada pelo WWF, em 2007, na cidade de Sydney (Austrália), como um evento simbólico de apagar as luzes, a Hora do Planeta vem inspirando indivíduos, comunidades, empresas e organizações a tomarem medidas em prol da segurança climática.

Em 2017, houve ações nos sete continentes, em 187 países e territórios, com mais de 3.000 monumentos apagados. Somente no Brasil, foram 145 cidades e mais de 600 monumentos participantes, com o envolvimento de 250 mil pessoas. Este ano, a celebração acontece no dia 24 de março, das 20h30 às 21h30.

Para o WWF-Brasil, o movimento de apagar as luzes é um alerta necessário sobre os impactos das mudanças climáticas, que estão cada vez mais constantes e intensos. Prova disso é a grande quantidade de eventos extremos que ocorreram ano passado, tais como os incêndios em Portugal e nos Estados Unidos, as inundações na Índia e os furacões Irma e Maria no Caribe.

No Brasil, os desastres incluem recorde no número de queimadas, perdas na produção pela extensão do período seco e o racionamento de água que se estende pelo país, chegando primeira vez à capital federal.

"Biodiversidade e natureza sustentam nossas vidas, nossas economias, nossa saúde, nosso bem-estar e nossa felicidade. É o alicerce do nosso planeta vivo. Estamos empurrando o planeta e seus sistemas naturais até o limite. A Hora do Planeta é nossa chance de usar nosso poder, como indivíduos e como coletivo, para exigir e agir em prol da proteção desse planeta como recompensa a tudo que nos dá", afirma Marco Lambertini, diretor-geral do WWF Internacional.

Para ampliar a participação, este ano o WWF-Brasil criou um novo modelo de adesões, que podem ser feitas diretamente no site oficial da campanha (www.horadoplaneta.org.br). Na plataforma é possível que cidades, organizações (entre empresas, escolas, ONGs etc) e indivíduos coloquem seus planos para a data, que pode incluir desde um simples, mas muito significativo apagar de luzes, até eventos e campanhas de engajamento e conscientização socioambiental.

Os eventos cadastrados são inseridos no Mapa da Hora, também no site, permitindo que as pessoas procurem por eventos e estabelecimentos participantes da Hora do Planeta nas regiões onde estiverem no dia 24.

Conecte-se e inspire-se

A Hora do Planeta 2018 também trouxe ao Brasil a possibilidade de homenagear pessoas que têm uma profunda conexão com o planeta. É a seção ‘Conecte-se e Inspire-se’, que deve divulgar, semanalmente, histórias que possam servir de inspiração a todos nós. Quem define quem são esses exemplos são os próprios internautas, que podem sugerir amigos, parentes ou simples conhecidos que se encaixem na descrição #ConectadoNoPlaneta.

Serviço

Evento: Hora do Planeta 2018

Data: 24 de Março – Das 20h30 às 21h30

Locais: consultar no site www.horadoplaneta.org.br


Fonte: WWF


Compartilhe




Outras Notícias