ALMG discutirá comércio de animais de raça em BH

Condições precárias a que cães e gatos são submetidos para reprodução será o tema da audiência pública
Da redação / redacao@revistaecologico.com.br
Política Ambiental
Publicado em: 03/06/2019

Criadores clandestinos, maus-tratos e condições precárias de reprodução de cães e gatos. Preocupada com a criação e o comércio de animais domésticos de raça no Estado, a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) irá realizar amanhã (04/06), no Auditório José Alencar, audiência pública para debater o tema.

A reunião foi solicitada pelos deputados Noraldino Júnior, que preside a comissão, e Osvaldo Lopes, ambos do PSD. “Denúncias de criadouros clandestinos estão cada vez mais presentes nos noticiários e demonstram o nível de crueldade de algumas pessoas que mantêm cães e gatos de raça em condições precárias para a reprodução. As cadelas passam a vida toda procriando e quando já não conseguem mais, seja por doença ou idade avançada, são, muitas vezes, abandonadas ou exterminadas”, destacaram os parlamentares no requerimento.

Foto: Guilherme Bergamini/Arquivo ALMG
Foto: Guilherme Bergamini/Arquivo ALMG

Eles afirmam que o tema deve ser debatido exaustivamente diante dos riscos que o negócio pode gerar para o bem-estar dos animais utilizados na reprodução, bem como para os filhotes. Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), o Disque-Denúncia (181) recebeu 1.462 ocorrências de maus-tratos entre janeiro e outubro de 2018.

Foram convidados para a reunião, além de representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), a promotora de Justiça e coordenadora estadual de Defesa da Fauna, Luciana Imaculada de Paula, o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais, Bruno Divino Rocha, a coordenadora do Movimento Mineiro Pelos Direitos dos Animais, Adriana Cristina Araújo, e entidades de defesa dos animais.

(*) Com informações da ALMG.


Postar comentário