Amazônia: área queimada tem aumento de 26% em setembro

Número de focos caiu, mas extensão devastada pelo fogo foi maior
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 11/10/2019

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou, nessa quinta-feira (10), a área queimada em setembro deste ano na Amazônia. A extensão devastada pelo fogo nesse período é de 16.253 quilômetros quadrados, o que representa um dado 26% maior do que o apresentado no mesmo período de 2018.

No ano passado, o Inpe identificou que a área de queimadas na Amazônia era de 12.852 km². O aumento neste ano acontece mesmo com o número de focos de fogo ter diminuído, comparando 2018 e 2019.

Neste ano, 19.925 pontos de queimada foram identificados pelas autoridades. Já no mesmo período do ano passado, 24.803 foram localizados.

Área de queimada na Amazônia cresceu em relação a setembro de 2018 (Foto: Araquém Alcântara/WWF-BRasil)
Área de queimada na Amazônia cresceu em relação a setembro de 2018 (Foto: Araquém Alcântara/WWF-BRasil)

De 1 de janeiro a 30 de setembro, Amazônia, Cerrado e Pantanal somam 123.326 focos de queimadas. Na Amazônia, que apresentou 66.750 pontos de queimadas nesse período, o aumento é de 24% em comparação com o mesmo período nos últimos dez anos e 15% maior que a média dos últimos três.

Desmatamento dobrou em setembro

As queimadas na Amazônia estão diretamente relacionadas com o desmatamento e a derrubada da floresta segue em altas taxas.

Até os primeiros 26 dias de setembro de 2019, a área total de alertas de desmatamento na Amazônia brasileira, em 2019, cobriu 7.748 km². Um crescimento significativo, de 149% e de 77%, quando comparado à média dos últimos dez anos e três, respectivamente.

Por ser uma floresta úmida, a Amazônia não é um bioma com característica de autocombustão (fogo espontâneo). Dessa forma, a floresta só pega fogo em áreas secas, onde árvores foram cortadas e o fogo foi provocado pela ação humana.

Com o crescimento do desmatamento, mais áreas serão queimadas até o final deste ano ou a próxima estação seca. Isso porque a queimada é um método amplamente utilizado para limpar terras desmatadas.


Postar comentário