António Guterres: 'Não se negocia com a Natureza'

Secretário da ONU defendeu o meio ambiente em discurso
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 24/09/2019

O secretário geral da ONU, António Guterres, abriu a Cúpula do Clima com um recado direto: “Esta não é uma cúpula de palavras. Já falamos muito. Esta não é uma cúpula de negociação. Não se negocia com a natureza”.

Guterres anunciou as metas para todo mundo: uma redução de 45% nas emissões até 2030, zerar as emissões líquidas até 2050 e, já no ano que vem, o fim dos subsídios aos combustíveis fósseis e a proibição de novas térmicas a carvão.

Carlo Allegri/Reuters - via Climainfo
Carlo Allegri/Reuters - via Climainfo

Em outra parte do discurso, Guterres avisou que “tudo tem um custo. Mas o maior custo é não fazer nada. O maior custo é subsidiar uma indústria de combustíveis fósseis moribunda, é construir mais e mais térmicas a carvão e é negar o que é claro como o dia: que estamos em um buraco climático bem fundo e que, para sair, precisamos primeiro parar de cavar mais”.

Fonte: Climainfo


Postar comentário