Arara-azul é a nova mascote da Seleção Brasileira de basquete

Mascote estará presente em eventos da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) e partidas da equipe nacional
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 23/12/2019

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) anunciou, nesta segunda-feira (23), uma nova iniciativa. A entidade criou uma mascote oficial para as partidas das Seleções Brasileiras Masculina e Feminina inspirada no meio ambiente e em um animal tipicamente brasileiro: a arara-azul.

Ave da família Psittacidae, a arara-azul está na Floresta Amazônica, no Cerrado, na Caatinga e no Pantanal. Um dos símbolos da fauna brasileira, o animal pode atingir quase 1,20m de comprimento.

Mascote foi batizada de Cestinha (Foto: Divulgação/CBB)
Mascote foi batizada de Cestinha (Foto: Divulgação/CBB)

A Cestinha, como foi batizada, participará dos treinos e das partidas da Seleção Brasileira, além de eventos da equipe nacional. “É uma felicidade imensa tirar esse projeto do papel. A Cestinha chega para trazer ainda mais alegria para as arenas, para os fãs das seleções brasileiras. É uma satisfação conseguirmos colocar em prática planos que tivemos desde o início da gestão e que agora são possíveis. A Cestinha é um presente de Natal da CBB para os fãs do basquete no Brasil”, disse o presidente da confederação, Guy Peixoto.

A arara-azul tem gêneros da sua espécie ameaçadas de extinção. A arara-azul-grande foi retirada da lista, mas a arara-azul-de-lear segue vítima do tráfico ilegal de animais. E a arara-azul-pequena, inclusive, já é considerada extinta no Brasil.

A CBB espera, com essa iniciativa, lembrar mais uma vez a importância da preservação de uma linda espécie genuinamente brasileira. A coloração azul está nas penas da ave. E a cor amarela aparece ao redor dos olhos, nas pálpebras e também base da boca.


Postar comentário