Artista propõe reflexão sobre sociedade do consumo

Obras reverberam a transformação das pessoas em produtos
Da Redação / Ecológico – redacao@revistaecologico.com.br
Cultura
Publicado em: 05/02/2019

Para criar uma reflexão sobre uma sociedade pautada no consumo e no poder econômico, o artista Augusto Fonseca expõe, entre os dias 8 de fevereiro e 10 de março, uma série de obras inéditas na Galeria de Arte BDMG Cultural. A exposição denominada “Estratégias do Mercado” ficará aberta todos os dias e tem entrada gratuita.

Além de incentivar questionamento sobre uma sociedade construída em cima do consumo e do poder econômico, as obras retratam o desperdício de recursos, que agrava os problemas com o lixo no meio ambiente e, do ponto de vista econômico e cultural, aprofunda os processos de alienação.

“Vimos nas últimas décadas um crescimento desenfreado do consumo, da estetização da vida, do excesso de informações e de exposições midiáticas, no qual consumidores se tornaram cada vez mais parecidos com os produtos que consomem”, explica Augusto Fonseca. O artista criou as obras a partir de objetos simbólicos do consumo, como um carrinho de compras que se torna uma arapuca.

Com ironia, criação de rótulos e corrompendo o uso das palavras, Augusto cria também processos de exploração do comportamento e da ideologia que alimenta e transforma pessoas em mercadorias. Esse processo reverbera no campo da arte e do seu mercado consumidor.

“Os desenhos explicitam as estratégias de indução criadas pelas propagandas e comerciais. Construídos por meio da palavra ‘compre’, os objetos representados se transformam em invólucros prisionais e discutem as armadilhas sedutoras da vida contemporânea”, afirma.

Saiba mais:

Augusto Fonseca é artista plástico formado pela Escola de Belas Artes da UFMG. Realizou diversas exposições individuais e coletivas, inclusive, em 2013, deixou a sua marca na Galeria de Arte BDMG Cultural. Em 2012, passou a integrar o setor de artes visuais do Museu de Arte da Pampulha. Participou das comissões de seleção e organização das 5ª e 6ª edições do programa Bolsa Pampulha, do projeto Telas Urbanas e do Arte Urbana.

Como curador, idealizou e organizou a exposição “Sobre o que se desenha”, no Museu de Arte da Pampulha. Atuou também como curador assistente na mostra “Arte e Político no Acervo do MAP”, realizada no Sesc Palladium, e ficou à frente da “Pintura em Diálogo”, exposição que ocupou a Galeria de Arte BDMG Cultural.

Serviço:

Exposição “Estratégias do Mercado”

Galeria de Arte BDMG Cultural – Rua Bernardo Guimarães, 1.600, Lourdes

Abertura: 8 de fevereiro, às 19h

Visitação: 9 de fevereiro a 10 de março

Diariamente, inclusive sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

Às quintas-feiras, das 10h às 21h

Classificação livre

Acesso gratuito


Postar comentário