Brasil perde área de vegetação equivalente a 3,6 vezes a São Paulo em 33 anos, mostra MapBiomas

Área de pastagens aumentou em 860 mil quilômetros quadrados
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 30/08/2019

Foi lançada, nessa quinta-feira (30), a Coleção 4.0 do MapBiomas, que abrange o período de 1985 a 2018 e está repleta de revelações importantes sobre o uso do território brasileiro.

No período, o país perdeu quase 900 mil km2 de florestas, enquanto a área de pastagens aumentou em 860 mil km2. Esta dinâmica é mais pronunciada na Amazônia. Em 2005, havia 45 milhões de hectares de pastagens no bioma. Em 2018, a área de pastagens cresceu para 53 milhões de hectares.

Divulgação/MapBiomas
Divulgação/MapBiomas

Tasso Azevedo, coordenador do projeto MapBiomas, diz que “a pastagem avança sobre a floresta e a agricultura, sobre a pastagem. Mas, na Amazônia, a pastagem continua a crescer, com abandono de áreas e baixa produtividade. Temos cerca de uma vaca por hectare ou mata transformada em pasto do tamanho de um campo de futebol na Amazônia. É uma produtividade baixíssima e um péssimo uso da terra.”

Tasso aponta outra distorção importante: de cada 10 hectares desmatados na Floresta Amazônica, 6 viram pasto, 3 são abandonados e o restante vira lavoura, mineração e áreas urbanas.

Fonte: Climainfo


Postar comentário