Brasileira, primeira bicicleta de plástico reciclado faz sucesso em todo mundo

Bike ecologicamente correta foi desenvolvida em São Paulo
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Sustentabilidade
Publicado em: 15/05/2019

Uma bicicleta que troca o alumínio por plásticos de garrafas PET, embalagens de shampoo e peças de geladeira em seus quadros. Essa é a ideia da Muzzicycles, empresa paulistana que inventou a primeira bike de material reciclado do mundo. O veículo de transporte já está disponível em outros 45 países do mundo.

Uruguai é um dos países que importa a bike do Brasil (Foto: Divulgação/Muzzycicles)
Uruguai é um dos países que compra a bike do Brasil (Foto: Divulgação/Muzzicycles)

Essas “bicicletas ecológicas” são mais flexíveis, baratas e resistentes do que as convencionais. Isso se dá pelo fato de o plástico não enferrujar, amortecer naturalmente os impactos e de sua fabricação transformar resíduos sólidos em um novo produto.

A ideia partiu do engenheiro mecânico e artista uruguaio Juan Muzzi, de 70 anos. Ele vive em São Paulo desde 1970 e concluiu a pesquisa das bicicletas ecologicamente corretas em 2008. Entretanto, para comercialização e obtenção do selo do INMETRO, foram necessárias alguns ajustes nas bikes.

E os ajustes deram certo. Na Holanda, de acordo com o escritório central de estatísticas do país, existem 23 milhões de bicicletas. E justamente no País Baixo, o projeto de Juan foi patenteado em 2012.

A produção dos quadros das bicicletas ecológicas leva em torno de dois e minutos e meio para serem fabricados. Se forem feitos apenas de garrafas PET, são necessárias 200 unidades para um produto final.

As bicicletas estão à venda no site da empresa e são produzidas sob encomenda. Atualmente, há uma fila de cerca de 2.500 pessoas. As bikes custam de R$ 980 a R$ 3.900.

Processo de produção da bike (Foto: Divulgação/Muzzicycles)
Processo de produção da bike (Foto: Divulgação/Muzzicycles)

Postar comentário