Câmara cancela audiência sobre empreendimento logístico no Barreiro

Objetivo de encontro era informar a comunidade sobre os impactos para o trânsito
Redação* - redacao@souecologico.com
Mobilidade
Publicado em: 08/10/2019

A Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana da Câmara Municipal de Belo Horizonte aprovou nessa segunda-feira (07/10) o requerimento que cancela a audiência pública que iria discutir os impactos do empreendimento do Complexo Logístico da Vallourec na comunidade e adjacências, na Região do Barreiro. O pedido de cancelamento foi feito do vereador Pedrão do Depósito.

O objetivo dos encontros era informar a comunidade sobre os impactos para o trânsito, tanto durante as obras, quanto a partir da conclusão do empreendimento. Também era esperado que a Empresa EPO-Soluções Inteligentes e a LE Empreendimentos e Participações pudessem apresentar o projeto à comunidade e esclarecer os questionamentos dos moradores.

Para a série de audiências estavam convidados o coordenador da Regional Barreiro, Walmir Anselmo; o diretor-presidente da BHTrans, Célio Bouzada; o representante da EPO Empreendimentos, Eduardo Luis Silva e a representante da LE Empreendimento e Participações S/A, Tamara Galvão.

Pedindo um aparte, o vereador Preto (DEM) lembrou que a atuação da Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana é muito importante para a cidade e que a comissão tem um vereador – Professor Juliano Lopes (PTC), que atua na região e que poderia rever a realização da audiência nas dependências da Câmara.

Reunião da Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana - Foto: Heldner Costa / CMBH
Reunião da Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana - Foto: Heldner Costa / CMBH

Lopes destacou que realmente o empreendimento é bastante grande e que como já participou da primeira audiência sobre o assunto, vai “procurar entender o motivo deste cancelamento e, quem sabe, retornar com esta audiência”, esclareceu o vereador, que lembrou que o ideal seria fazer o encontro na Região do Barreiro, de preferência da parte da noite, para que a comunidade possa participar.

Em nota, a Vallourec já informou que “a incorporação e construção será realizada pelas empresas EPO e MRVlog. As duas empresas arrendaram a propriedade que pertence à Vallourec e irão construir nela o Complexo SIM – Sistema Integrado Multilogístico”.

* Com CMBH.

Leia também: Complexo logístico da Vallourec será debatido pela Câmara Municipal


Postar comentário