Canudos e copos plásticos podem ser proibidos em BH

Projeto tramita na Câmara Municipal e pode ser votado na tarde desta quinta-feira (4)
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 04/07/2019

Copos e canudos de plástico podem estar com os dias contados em Belo Horizonte. O projeto de lei 614/18, que proíbe a comercialização de canudinhos e copos plásticos tradicionais na capital mineira, já foi aprovado em primeiro turno e pode ser votado novamente na tarde desta quinta-feira (4). Caso seja aprovado, ele seguirá para sanção ou veto do prefeito Alexandre Kalil (PSD).

Canudos representam 4% de todo lixo plástico do mundo (Foto: Domínio público)
Canudos representam 4% de todo lixo plástico do mundo (Foto: Domínio público)

O projeto seria votado na tarde dessa quarta-feira (3). Entretanto, por falta de quórum, a votação não aconteceu. O PL, que também já foi aprovado nas comissões de Meio Ambiente e Política Urbana, de Saúde e Saneamento e de Orçamento e Finanças Públicas, determina a substituição de todos os canudos e copos plásticos disponíveis ao consumidor por materiais biodegradáveis, no prazo de até seis meses.

Segundo o projeto, de autoria do vereador Élvis Côrtes (PHS), o descumprimento da norma sujeitaria aos infratores a multa no valor de R$ 5 mil, ou o dobro em caso de reincidência.

A medida é uma forma de tentar diminuir o consumo de plástico e a geração de lixo. Segundo levantamento da revista Science, de 2015, a humanidade gera um total de 275 milhões de toneladas de resíduos plásticos por ano - entre 4,8 milhões e 12,7 milhões de toneladas chegam aos oceanos.

Dois anos depois, a agência de marketing Verdes Digitales apontou que os canudos representam 4% de todo lixo plástico do mundo. Os pesquisadores da Science acreditam que, se o consumo de plástico seguir no mesmo ritmo dos últimos anos, haverá mais plástico do que peixes no oceano até 2050.

BH tenta seguir os passos de outras cidades do Brasil, que já baniram a comercialização de canudos plásticos. Entre elas, estão Cataguases, Fernando de Noronha, Goiânia, Jijoca de Jericoacoara, Joinville, Londrina, Mogi das Cruzes, Montes Claros, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Santos, São Paulo, Sorocaba, Uberaba, além do Distrito Federal.


Postar comentário