Comissão da Assembleia de Minas vai debater matriz energética do país

Foco está nas consequências das mudanças climáticas na geração de energia renovável
Da redação* - redacao@souecologico.com
Energia
Publicado em: 23/09/2019

O impacto da mudança climática global na geração de energia renovável no Brasil, privilegiado por ter uma ampla gama de recursos naturais, será debatido amanhã (24/09) em audiência pública da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A reunião, solicitada pelo deputado João Vítor Xavier (Cidadania), está agendada para as 14h30.

O parlamentar argumenta que, com o aumento da temperatura no planeta, se tornou fundamental a proposição de políticas e a definição de estratégias relacionadas ao desenvolvimento de novos instrumentos de gestão ambiental e de uma matriz energética sustentável.

Ele destaca que a energia hidrelétrica é a principal fonte de energia no Brasil, enquanto a eólica está crescendo nos últimos anos e a solar vem despontando como uma grande oportunidade para a geração distribuída. Todas elas estão intimamente ligadas às condições climáticas e metereológicas.

Aquecimento global. “Uma das consequências do aumento da temperatura em todo o globo é a diminuição do regime de chuvas em algumas regiões. A Amazônia, responsável pela formação dos chamados ‘rios voadores’ (massas de vapor de água que viajam pelos ares, levando chuvas para o Centro-Oeste, o Sudeste e o Sul), é uma das zonas afetadas”, pondera João Vítor Xavier, em seu requerimento para a realização da audiência.

Foram convidados a participar das discussões o secretário-executivo do Comitê Municipal de Mudanças Climáticas e Ecoeficiência de Belo Horizonte, Dany Amaral, e representantes de entidades relacionadas ao meio ambiente.

* Com ALMG.


Postar comentário