Conheça a lista dos parques mais visitados no Brasil

Unidades de preservação receberam 12,4 mi de visitantes em 2018
Da Redação / Ecológico – redacao@revistaecologico.com.br*
Turismo
Publicado em: 15/02/2019

Os parques nacionais registraram aumento de 6,15% na visitação no ano passado, em relação a 2017. São 12,4 milhões de pessoas apenas nas unidades geridas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Com 2,6 milhões de turistas, o campeão de visitação é o Parque Nacional da Tijuca (RJ). Em segundo lugar, vem o Iguaçu (PR), seguido por Jericoacoara (CE), com, respectivamente, 1,89 milhão e 1,09 milhão de visitantes.

Segundo o presidente do ICMBio, Adalberto Eberhard, o aumento da visitação é decorrente do maior interesse das pessoas pelo meio ambiente e por experiências na natureza. Outro fator que contribui com esse resultado, diz ele, é o trabalho de estruturação das unidades.

“Esse aumento da visitação é muito bom. Ao conhecer um parque a pessoa passa a valorizar a natureza e o trabalho de conservação que é realizado ali e se torna uma aliada da conservação. Mas é importante oferecer boas condições para essa visita”, ressalta Eberhard.

Os parques concentram 71% da visitação em unidades de preservação - Imagem: MMA/Reprodução
Os parques concentram 71% da visitação em unidades de preservação - Imagem: MMA/Reprodução

Unidades de Conservação

Além dos parques nacionais, outras categorias de unidade de conservação (UCs) também registraram aumento no número de visitantes. Entre elas, estão a Reserva Extrativista do Arraial do Cabo (RJ), com 1,15 milhão de pessoas, e o Monumento Natural do São Francisco, com mais de 658 mil turistas.

Imagem: MMA/Reprodução
Imagem: MMA/Reprodução

Preservação e fomento econômico

De acordo com um estudo realizado pelo ICMBio, em 2017 os visitantes gastaram cerca de R$ 2 bilhões nos municípios do entorno das unidades de conservação. Com isso, foram gerados cerca de 80 mil empregos diretos e R$ 2,2 bilhões em renda, além de R$ 3,1 bilhões em valor agregado ao PIB e mais R$ 8,6 bilhões em vendas.

Os resultados, segundo a pesquisa, mostram que, a cada R$ 1 real investido, R$ 7 retornam para a economia local. Os resultados econômicos da visitação de 2018, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente, serão divulgados no próximo mês.

* Com informações do MMA - Ministério do Meio Ambiente


Postar comentário