Coronel é exonerado do Ibama por ter dito em público que protegeria garimpo ilegal

Coronel disse que pararia com a destruição de equipamentos encontrados em garimpos ilegais
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 12/09/2019

O superintendente do Ibama no Pará foi exonerado nessa quarta-feira (11), depois de menos de uma semana no cargo. O coronel da PM de São Paulo, Evandro Cunha dos Santos, havia sido nomeado para o cargo pelo ministro Ricardo Salles em 4 de setembro. Durante audiência pública em Altamira, na última segunda-feira (9), o coronel disse que pararia com a destruição de equipamentos encontrados em garimpos ilegais.

“Fiquem certos que isso [a destruição de equipamentos] vai cessar (…) para acabar com [o dano ao] patrimônio alheio. O trabalhador merece respeito, e terá o respeito do governo federal. Eu sou soldado e eu sei cumprir ordem, a ordem que recebi foi para parar com isso daí.”

Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

Em tempo: o protesto dos garimpeiros que fechou a BR-163 virou notícia no Washington Post. Os garimpeiros reclamam da destruição de seus equipamentos pelo Ibama. No entender dos garimpeiros, Bolsonaro e Salles haviam prometido que isso não mais aconteceria.

Fonte: Climainfo


Postar comentário