Corredor Verde reduz poluição na Grande São Paulo com 11 mil árvores plantadas

Plantio do manacá-da-serra no Corredor ABD é de suma importância para a região
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 24/06/2019

Com o início do inverno, estação conhecida pelos dias secos e pela inversão térmica, responsáveis por um acúmulo maior de poluentes na atmosfera, a Metra disponibilizou no seu canal no YouTube e em suas redes sociais um vídeo sobre o Corredor ABD, que liga São Mateus e o Jabaquara, mais conhecido como Corredor Verde, e a importância do cultivo dos manacás-da-serra na redução da poluição ambiental e na melhoria da qualidade do ar.

O objetivo da empresa é mostrar os benefícios que o plantio dos manacás-da-serra proporcionam à comunidade e ao meio ambiente, e promover a conscientização entre os população sobre os cuidados que devemos ter, sobretudo no inverno, época na qual a qualidade do ar piora nos grandes centros urbanos pela não dispersão de gases e partículas de poeira, gerados por automóveis e indústrias.

As mais de 11 mil árvores plantadas de manacás-da-serra nos 33 quilômetros entre São Mateus e o Jabaquara são responsáveis pela neutralização de cerca de 100 toneladas de CO2, lançadas na atmosfera pelos veículos que circulam na região, contribuindo para a melhora da qualidade do ar e para o bem-estar das pessoas.

"O plantio de árvores traz inúmeros benefícios e vantagens para a sociedade, como por exemplo, na absorção do gás carbônico", ressalta Maria Beatriz Setti Braga, diretora executiva da Metra. "Além disso, as árvores ao redor do corredor também ajudam na redução da poluição sonora, humanizam a cidade, diminuem a temperatura do ambiente e absorvem a água da chuva", completou.

Os manacás-da-serra, planta nativa da Mata Atlântica, além de diminuir a emissão de CO2 pelos ônibus e parte dos gases nocivos de veículos que circulam no entorno do corredor, embelezam o Corredor ABD com suas flores ao longo do caminho. Os funcionários da Metra colaboram fazendo a compostagem das podas das árvores, transformando os resíduos verdes em adubo orgânico.

Fonte: Secco Consultoria de Comunicação


Postar comentário