CPI de Brumadinho se reúne em Brasília para votar relatório

Parecer vai propor indiciamentos por responsabilidade criminal
Da redação* - redacao@souecologic.com
Brumadinho
Publicado em: 29/10/2019

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho se reúne hoje (29), na Câmara, às 14h, para discutir e votar o parecer do relator, deputado Rogério Correa (PT). O deputado já anunciou que vai pedir o indiciamento da Vale e da empresa alemã Tüv Süd pelo crime socioambiental que vitimou cerca de 270 pessoas no fim de janeiro.

A Tüv Süd foi contratada pela mineradora para fazer auditoria e emitiu atestado de estabilidade da barragem que se rompeu. A lama de rejeitos de minério de ferro atingiu parte do centro administrativo da Vale, a comunidade Córrego do Feijão e o rio Paraopeba, afluente do rio São Francisco.

Em artigo publicado nessa segunda-feira, o parlamentar se referiu ao desastre como uma tragédia anunciada. “Foi um cruel assassinato, como fica comprovado nos depoimentos e em farta documentação reunida e analisada pela CPI. Os responsáveis têm de ser responsabilizados com extremo rigor.”

Correia destacou que o Ministério Público “poderá indiciar mais de 20 pessoas e as duas empresas com responsabilidade criminal. Que a Justiça seja rigorosa porque, no caso de Mariana (MG), até hoje ninguém foi punido.”

A Vale tem informado, por meio de nota à imprensa, que considera fundamental que haja uma conclusão pericial, técnica e científica sobre as causas do rompimento da barragem B1 antes que sejam apontadas responsabilidades. A empresa tem reiterado ainda que coopera com as autoridades para o esclarecimento das circunstâncias do colapso da barragem.

(*Com informações da Agência Câmara Notícias)


Postar comentário