Campanha de desinvestimento em combustíveis fósseis atrai investidores

Relatório “US$ 11 trilhões e contando” foi lançado nessa segunda-feira
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 10/09/2019

O movimento global que trabalha para convencer fundos de pensão, universidades, instituições religiosas e fundações a não investir nos setores de petróleo, carvão e gás conseguiu atrair até agora investidores com ativos calculados em 11 trilhões de dólares.

A campanha contra estes investimentos nos principais vetores da mudança climática saltou de 181 instituições e US$ 52 bilhões em ativos, em 2014, para US$ 11 trilhões e mais de 1.115 entidades agora. O resultado bate a meta inicial da campanha: chegar a 10 trilhões de dólares em 2020.

Reprodução/Climainfo
Reprodução/Climainfo

O relatório “US$ 11 trilhões e contando” foi lançado nessa segunda-feira (9) na África do Sul e é assinado por pesquisadores das ONGs 350.org e Divest Invest. É na Cidade do Cabo que começa, nesta terça-feira (10), a conferência “Financiando o Futuro”, organizada por um coletivo de fundações, entidades religiosas e ONGs.

Fonte: Climainfo


Postar comentário