Desmatamento da Amazônia em junho equivale a área duas vezes maior que BH

Estudo foi realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 05/07/2019

Um estudo do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) mostrou que o desmatamento na Amazônia segue a todo vapor. De acordo com o levantamento, o bioma perdeu 769 quilômetros quadrados (km²) de área vegetal entre 1º e 28 de junho. O terreno devastado é duas vezes maior do que toda extensão da cidade de Belo Horizonte (331,4 km²), capital de Minas Gerais.

Amazônia desmatada (Foto: WWF)
Área verde amazônica gravemente desmatada (Foto: WWF)

Ainda segundo a pesquisa, em relação ao mesmo período de 2018, houve um aumento de 60% (488,4 km²) da área desmatada. Em junho deste ano, a cidade de Altamira, no Sudoeste do Pará, foi a mais castigada, com a devastação de 81,52 km² da área verde.

Os números apresentados ainda excluem a perda de vegetação provocada por incêndios e exploração de florestas plantadas. O saldo de todo este ano também é preocupante. Segundo o INPE, 2.273 km² da Amazônia foi desmatada, sendo esse o pior registro desde 2016.

O crescimento do desmatamento volta a colocar o Brasil em tensão. Em 2015, com a assinatura do Acordo de Paris (tratado das Nações Unidas sobre a mudança do clima em todo o planeta), o país se comprometeu a acabar com o desmatamento ilegal na Amazônia até 2030.


Postar comentário