Doutoranda coordena projeto para produção de mel em Angola

Projeto foi criado por uma rede de apicultores
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Agronegócio
Publicado em: 31/07/2019

Marisa Rodrigues é aluna de doutorado na Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias Câmpus de Jaboticabal. Sua pesquisa é focada no comportamento e genética de abelhas Apis mellifera. Paralelamente ao seu trabalho de doutorado a aluna realiza trabalho de extensão rural na Angola, levando o conhecimento para ajudar as comunidades rurais no país.

Divulgação/UNESP
Divulgação/UNESP

Marisa visitou Angola pela primeira vez em 2014 e viu um enorme potencial da produção de mel. Ela voltou em 2016 como consultora em um projeto de produção de mel sustentável, onde trabalha com apicultores rurais para produzir mel de forma sustentável.

O projeto é coordenado pela aluna e foi criado por uma rede de apicultores que trocam experiências, conhecimentos e materiais de apicultura, proporcionando meios de subsistência alternativos para os agricultores na vila da Chibia na Angola.

O projeto chamou a atenção do Ministério do Ambiente da Angola, nomeadamente o Instituto Nacional de Biodiversidade e Áreas Protegidas (INBAC). Nesse contexto o INBAC contactou a aluna sobre os conflitos entre humanos e elefantes na Angola, particularmente dentro do Parque Nacional do Bicuar na província de Huíla e na Comuna de Cambondo, na província do Cuanza Norte. Marisa sugeriu o uso de cercas de abelhas como uma barreira ecológica, com base na pesquisa pioneira do projeto Save the Elephants (http://elephantsandbees.com/). Dessa forma, em abril deste ano, a aluna construiu um protótipo funcional de uma vedação de colmeias suspensas.

Em junho, com o patrocínio da empresa Jardins da Yoba, a aluna visitou o projeto coordenado pela Dr. Lucy King, no Quênia, onde firmaram uma parceria. Dessa cooperação a aluna conseguiu uma doação para seu projeto na Angola para a construção de 30 colmeias suspensas na comuna de Cambondo, província de Cuanza Norte.

Além de realizar seu projeto fora do país, Marisa desenvolve trabalhos educacionais em escolas municipais levando conhecimento sobre o mundo das abelhas e a importância de sua preservação.

Fonte: UNESP


Postar comentário