Energia solar: Fórum apontou avanços importantes e os caminhos para qualificar o setor fotovoltaico

A segunda edição do Fórum Estadual de Energia Solar e Eficiência Energética já está programada para maio de 2020, em Bento Gonçalves (RS)
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Energia Solar
Publicado em: 27/05/2019

Em um cenário repleto de desafios para quem quer empreender em energia solar fotovoltaica, os debates do Fórum Estadual de Energia Solar e Eficiência Energética, que se encerrou na última quinta-feira (23), deram ao público argumentos, motivação e respaldo para seguir investindo em um setor promissor que já se sustenta como parte indispensável da nova realidade energética do país.

Na primeira edição do Fórum, palestras, painéis e apresentações de cases trataram sobre mercado, legislação e oportunidades para a energia fotovoltaica no Brasil, com foco no Rio Grande do Sul. O evento reuniu mais de 250 participantes nos dois dias do Fórum (22 e 23/05) e no workshop ‘Comissionamento de Sistemas Fotovoltaicos’.

Para o coordenador, professor Tiago Cassol Severo, o evento atingiu os objetivos propostos pelos organizadores, de promover o debate sobre o rumo da geração solar, com a finalidade de fortalecer o mercado gaúcho nessa área. “O Fórum proporcionou um debate de alto nível, de extrema importância para diversos agentes do setor como empresários, investidores e profissionais que trabalham na instalação de equipamentos”, avaliou. “O conteúdo discutido mostrou o grande potencial que temos para avançar neste setor. O Fórum alertou para a necessidade de qualificação constante para acompanhar o rápido desenvolvimento da tecnologia e do mercado. Em dois dias, vimos excelentes oportunidades de sucesso em uma forma de produzir energia fundamental para o nosso tempo”, destacou.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No encerramento das atividades, Severo anunciou a realização da segunda edição do evento, em Bento Gonçalves, no mês de maio de 2020. A cidade, conforme divulgado na abertura do Fórum, ganhará um totem fotovoltaico, como legado da primeira edição. A ideia dos idealizadores do evento, aprovada pelo prefeito Guilherme Pasin, será concretizada em parceria com o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves (SIMMME). O local e data de instalação da estrutura, que servirá para carregar celulares e outros dispositivos eletrônicos, ainda serão definidos.

O evento também foi palco para o lançamento do projeto da Universidade de Caxias do Sul, realizado em parceria com a RGE/CPFL, InstalWatt e a Efall, com o objetivo de eficientizar os prédios que abrigam os cursos de Engenharia do Campus-Sede em Caxias do Sul e todo o Campus Campus Universitário da Região dos Vinhedos (Carvi), em Bento Gonçalves. No Carvi,ocorreu a implementação de um sistema solar fotovoltaico, com a instalação de 58 painéis solares totalizando 18,5kW de potência.

Ao final do segundo dia de debates no fórum, Vinícius Ayrão, engenheiro eletricista especializado em sistemas fotovoltaicos e instalações elétricas, lançou o livro Energia Solar Fotovoltaica no Brasil: Conceitos, Aplicações e Estudos de Caso. O e-book pode ser acessado aqui.

Além disso, também foi realizado o workshop ‘Comissionamento de Sistemas Fotovoltaicos’, com a participação do engenheiro eletricista e pesquisador Lucas Nascimento, que desde 2005 integra o grupo de pesquisa sobre energia solar da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).


Postar comentário