Ex-ministros pedem a Maia suspensão de projetos prejudiciais ao meio ambiente

Pedido ocorre depois da repercussão das queimadas no país
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 29/08/2019

Ex-ministros do Meio Ambiente e representantes da sociedade civil, da academia e do setor produtivo reuniram-se, nessa quarta-feira (28), com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, para discutir a crise ambiental brasileira. O grupo entregou a Maia uma carta pedindo que o Congresso atue na defesa do patrimônio ambiental e dos interesses econômicos, socioambientais e diplomáticos do Brasil. O documento também sugere uma moratória a todos os projetos de lei que ameacem a Amazônia, os Povos Tradicionais e a biodiversidade.

Fernando Frazão/Agência Brasil
Fernando Frazão/Agência Brasil

No texto eles pedem também que sejam realizadas audiências públicas para a elaboração de um plano emergencial de ações “para o enfrentamento da crise ambiental em curso, com a redução imediata de desmatamento e queimadas e proteção das populações tradicionais”.

Em tempo: deputados, senadores, prefeitos e vereadores de 14 legendas assinaram um manifesto que critica a “desatenção do governo federal” com a questão climática e pede prioridade para a discussão da proteção da Amazônia, acima das “discussões partidárias e ideológicas”. O texto, chancelado por nomes do PSDB à REDE, foi entregue ontem a Rodrigo Maia. Todos os signatários são membros da RAPS (Rede de Ação Política pela Sustentabilidade).

Fonte: Climainfo


Postar comentário