Extinção do Fundo Amazônia põe em risco acordo Mercosul-União Europeia

Fim do Fundo trará riscos também para a agricultura e a indústria
Da Redação - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 08/07/2019

O fim do Fundo Amazônia ameaça a decolagem do acordo Mercosul-União Europeia, segundo a jornalista Daniela Chiaretti, do Valor. A possibilidade das negociações em torno do Fundo desandarem é péssima para a floresta e sua biodiversidade, para agricultores familiares, ribeirinhos e indígenas, estados e municípios. Com o acordo comercial, o fim do Fundo trará riscos também para a agricultura e a indústria.

Celia Santos/Instituto MPU Malanga
Celia Santos/Instituto MPU Malanga

Segundo o Valor, “a extinção do Fundo é o sinal que falta para que o acordo de livre-comércio não seja ratificado em parlamentos europeus”, e que “o governo Bolsonaro fornece argumentos diversos para que deputados franceses e alemães possam dizer que seus países compram desmatamento embutido em produtos brasileiros e boicotem o acordo”.

Eduardo Bolsonaro disse no Twitter que o Fundo Amazônia “nada mais é que um truque” que permite à Noruega passar recursos para ONGs e “ficar bem na foto”.

Em seu blog, a jornalista Miriam Leitão enfrentou o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Com o título “Tereza Cristina quer a cabeça de Ricardo Salles no Meio Ambiente”, a revista Veja publicou uma nota pela qual informa que a ministra da agricultura, Tereza Cristina, “disse recentemente a deputados da Comissão de Meio Ambiente que tem um nome melhor para o lugar de Ricardo Salles, se Bolsonaro precisar”. A revista diz que o técnico é “ligado ao setor do chamado agronegócio verde, que produz sem desrespeitar as regras de preservação”.

Fonte: Climainfo


Postar comentário