Ibama testa real interesse do governo pelo combate ao crime organizado na Amazônia

Operação envolve 30 agentes do Ibama, 60 PMs de Rondônia e 110 homens do exército
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 18/07/2019

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) iniciou sua maior operação deste ano. A ação, desta vez, é contra a extração ilegal de madeira em Rondônia.

Trata-se de uma demonstração de força do órgão em resposta à queima de um caminhão-tanque que estava a seu serviço em 4 de julho deste ano, em Boa Vista do Pacarana, distrito de Espigão, em Rondônia.

Divulgação/Ibama
Divulgação/Ibama

De acordo com a Folha, para os servidores do Ibama será o grande momento de definição sobre o rumo que o órgão tomará no governo de Jair Bolsonaro. Pressionado por madeireiros e políticos aliados, o Planalto terá que decidir se continua desqualificando as ações da fiscalização ambiental ou se agirá com firmeza contra os madeireiros de Espigão, que dependem do roubo de madeiras em Terras Indígenas para operar. Será interessante acompanhar a operação para ver o real empenho do governo no combate à organização criminosa.

A operação envolve 30 agentes do Ibama, 60 PMs de Rondônia e 110 homens do exército. Nessa quarta-feira (17), o ministro Ricardo Salles acompanhou a movimentação.

Fonte: Climainfo


Postar comentário