ICMBio e Instituto Alana lançam manual para acampar com crianças

Obra é totalmente gratuita e está disponível em versão digital pela internet
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Turismo
Publicado em: 16/07/2019

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Instituto Alana, por meio do programa Criança e Natureza, lançou, nessa segunda-feira (15), o guia "Acampando com Crianças: acampar é viver uma aventura, tendo apenas a natureza e uns aos outros". A publicação incentiva responsáveis a experimentarem o acampamento com as crianças, para que elas desenvolvam um vínculo afetivo com a natureza.

Guia serve também para auxiliar adultos em acampamentos (Foto: Duda Menegassi/ICMBio)
Guia serve também para auxiliar adultos em acampamentos (Foto: Duda Menegassi/ICMBio)

A data de lançamento da obra coincide com o início da campanha #UmDiaNoParque, uma iniciativa voltada para a promoção, conhecimento e valorização das Unidades de Conservação brasileiras. A publicação também tem o apoio da Coalizão Pró-Unidades de Conservação da Natureza, MaCamp e Outward Bound Brasil.

O guia levanta uma lista de parques nacionais disponíveis para acampar com diversas informações das unidades. Ele também cita as unidades que não possuem espaço de acampamento, mas que têm boa estrutura no entorno.

Laís Fleury, coordenadora do programa Criança e Natureza, destacou a importância de se acampar, tanto para crianças quanto para adultos. "Acampar em família é uma experiência transformadora, não só para as crianças, mas para os adultos também. São momentos que ressignificam os nossos valores, que a nossa memória registra e certamente não esquece. As crianças aprendem a reconhecer suas possibilidades e limites, exercitando a autonomia e lidando com riscos. O Brasil é um país com muito potencial para a atividade de camping em áreas naturais, com clima propício e lugares incríveis, como parques nacionais", disse, ao site oficial do ICMBio.

Estudos recentes apontam que o contato diário com a natureza, especialmente por meio do livre brincar, ajudam na promoção da saúde física, mental e no desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, motoras e emocionais das crianças. A publicação também ressalta a importância do desemparedamento da infância, para que meninos e meninas possam crescer saudáveis e desenvolver um vínculo afetivo com o mundo natural.

CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO AO GUIA GRATUITAMENTE


Postar comentário