Imazon: desmatamento na Amazônia caiu na comparação dezembro de 2018 com mesmo período de 2019

Explicação para queda está no dado de 2018, considerado atípico
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 30/01/2020

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) divulgou dados que apontam uma raridade: a queda do desmatamento na Amazônia. O período constatado pelo instituto é dezembro de 2018 e o mesmo mês de 2019.

Segundo o boletim de desmatamento do Imazon, em dezembro do ano passado, foi detectado um desmatamento de 227 quilômetros quadrados. O número é 8% menor do que o detectado pelo instituto no mesmo mês de 2018.

Pará e Mato Grosso encabeçam a lista dos estados com mais desmatamento em dezembro de 2018 e 2019 (Foto: Bruno Taitson/WWF-Brasil)
Pará e Mato Grosso encabeçam a lista dos estados com mais desmatamento em dezembro de 2018 e 2019 (Foto: Bruno Taitson/WWF-Brasil)

Segundo o estudo, a redução está ligado ao número atípico de desmatamento no final de 2018 e no começo de 2019, período em que houve um aumento significativo na área desmatada para aquela época do ano. Também em dezembro, o Imazon contabilizou 373 km² de degradação.

O valor é bem maior do que o único quilômetro quadrado degradado em 2018. Os estados do Pará e do Mato Grosso seguem liderando as duas listas como os que mais abrigam o desmatamento da Floresta Amazônica.


Postar comentário