Inhotim adia reabertura por tempo indeterminado

Maior centro de artes da América Latina retomaria as atividades nesta semana
Da Redação / Ecológico – redacao@revistaecologico.com.br
Rompimento de Barragem
Publicado em: 31/01/2019

Fechado há uma semana, desde o rompimento da barragem de rejeitos da Vale em Brumadinho, o Instituto Inhotim adiou a reabertura prevista para esta sexta-feira (01/02). A instituição informou que manterá a mobilização para prestar apoio à comunidade e aos atingidos pela tragédia.

O centro de artes está a poucos quilômetros da Mina Córrego do Feijão, mas não foi atingido pela lama. Por outro lado, a assessoria de imprensa da instituição confirmou que, entre os seus cerca de 600 funcionários, 41 têm familiares próximos desaparecidos ou com óbito declarado.

Esvaziado às pressas, Inhotim não foi atingido por rejeitos
Esvaziado às pressas, Inhotim não foi atingido por rejeitos

Recuperação de Brumadinho

Em nota, a instituição informou que, por ser referência na região e entender que o desastre deixará marcas profundas e duradoras, “está ciente que terá um papel crucial na recuperação de uma cidade abalada nos próximos anos. Cultura, arte, meio ambiente e educação, os grandes pilares do Instituto, são fundamentais para o desenvolvimento humano e da sociedade e continuarão sendo ponto de partida para a definição de ações futuras.”

Conforme o comunicado, uma nova data de reabertura será informada assim que o “Instituto Inhotim avaliar o momento propício para abrir as portas novamente aos visitantes”.


Postar comentário