Jair Bolsonaro não é o primeiro a querer controlar dados de desmatamento

Sarney foi o primeiro e, por conta da sua derrota, o INPE investiu em equipamentos
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 24/07/2019

O jornalista Marcelo Leite, na Folha, relembrou que Jair Bolsonaro não foi o primeiro presidente a bater de frente com os dados do desmatamento. José Sarney foi o primeiro e, por conta da sua derrota, o INPE investiu em equipamentos, sistemas e em transparência.

Mais recentemente, Dilma Rousseff, candidata à reeleição, quis adiar a divulgação dos dados para depois do pleito. Não funcionou.

Divulgação/Jair Bolsonaro
Divulgação/Jair Bolsonaro

Leite faz uma recomendação: “O atual ocupante do Planalto reedita agora a tática de ocultação de informações do governo do PT. Quer acesso antecipado aos dados, alegando que precisa deles para tomar providências. Para evitar aumento da destruição, porém, as providências têm que vir antes dos dados que o atestam. E o que o governo de Bolsonaro tem feito até aqui (…) só tem contribuído para que as taxas subam.”

O jornalista Claudio Angelo costuma ser um crítico mordaz das agressões ao meio ambiente. Nessa terça-feira (23), no Curupira, ele tirou as luvas, abriu a caixa de ferramentas e fez um artigo pesado contra a “pornografia florestal”.

Fonte: Climainfo


Postar comentário