Lazer e descanso são atrativos do Parque do Bairro Havaí

Pequeno em tamanho, mas grande para a comunidade, seu projeto paisagístico oferece recantos para contemplação e entretenimento
Educação Ambiental
Publicado em: 27/08/2018

Um pequeno oásis. É assim que muitos moradores do entorno do Parque do Bairro Havaí, região Oeste de Belo Horizonte, definem o local, carinhosamente chamado de Parque Estrelinha. O nome popular é uma homenagem a outra área verde próxima, mais antiga: o Parque Estrela Dalva.

Inaugurado em novembro de 2014, o Parque do Bairro Havaí abrange uma área de pouco mais de 11.900 metros quadrados e oferece opções de lazer, descanso, relaxamento e prática de atividades físicas. A guarita de entrada (localizada na rua Manila, 300, esquina com rua San Salvador) serve como ponto de apoio e dispõe de banheiros públicos. O parque conta com bebedouros, espaços de descanso com mesas, bancos e lixeiras, além de bosques de mangueiras e jabuticabeiras.

Para os esportistas, que procuram aliar atividade física a uma bela paisagem, o local oferece pista de caminhada, implantada em solo de cimento, com extensão de 1.690 metros; e aparelhos de ginástica para aquecimento, sendo uma prancha abdominal de concreto e barras metálicas para alongamento. Já a criançada tem a opção de se divertir no playground, que está passando por reforma e será entregue no começo de setembro com novos brinquedos. Todos os brinquedos foram desenvolvidos em madeira de eucalipto pintado. No parque ocorre também aula de Lian Gong, prática corporal oriental, às terças e quintas-feiras, às 15h.

O parque mostra-se pequeno somente em tamanho. Em beleza, este parque se agiganta diante dos olhos da comunidade com um projeto paisagístico que oferece recantos de lazer com mesas dispostas sob os muitos pés de manga, naturais do local. A Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZB), responsável pelo gerenciamento do espaço, plantou outras 50 árvores, além das nativas, e mais de 6 mil mudas ornamentais, entre bromélias, alpinias, margaridas amarelas, azaleias e jasmins do cabo, além da trepadeira jade, espécie exótica originária da Nova Guiné, que já virou marca registrada dos parques da região Oeste da cidade.

No Parque Estrelinha, aliás, a trepadeira jade é protagonista. Isso porque lá é o único parque a contar com a espécie na cor vermelha, enquanto nos demais só há a da espécie azul. E para alegria da comunidade, a trepadeira jade do Parque Estrelinha começa a florir já na próxima semana, formando longos cachos pendulares que lembram as garras de aves poderosas, como as das araras. Esses cachos pendentes chegam a formar uma espécie de cortina, atraindo a atenção de todos que passam pelo local e até mesmo da fauna silvestre: um casal de passarinhos acaba de construir seu ninho em meio aos ramos da trepadeira e, agora, os dois estão sob o olhar atento e cuidadoso da equipe do Parque.

Serviço

Parque do Bairro Havaí - rua Manila, 300 – Bairro Havaí

Funcionamento: terça-feira a domingo, das 7 às 18 horas.

Telefone: (31) 3277-6490 / Entrada Gratuita


Postar comentário