Mercado Central de BH abre as portas para feira de cerâmica

Evento reúne criações de 38 ceramistas e oferece oficinas gratuitas
Da Redação / Ecológico - redacao@revistaecologico.com.br
Artesanato
Publicado em: 30/11/2018

Construir casas é um dom natural para o joão-de-barro. Mas sua matéria-prima também pode estar presente em nossos lares por meio do talento dos ceramistas. Quem quiser conhecer um pouco do que eles são capazes e, por que não, aprender algumas técnicas precisa visitar a “33ª Feira de Cerâmica de Minas Gerais”.

Até o próximo domingo (2/12), o Mercado Central de BH abre as portas para ceramistas da capital mineira e de mais oito municípios do estado: Betim, Brumadinho, Caeté, Contagem, Esmeraldas, Nova Lima, Ouro Preto e Tiradentes. Estão expostos oratórios, pratos e esculturas diversas – uma série de peças com design fruto do diálogo entre a arte contemporânea e popular.

O evento celebra 20 anos de atividades do Coletivo de Cerâmica-MG. E, entre as novidades desta edição, estão performances sonoras do artista Gilberto Macruz que, neste sábado, em dupla com Marco Scarassatti, apresenta a performance “Antes do Barro, o Som”.

Outro atrativo são as oficinas gratuitas e demonstrações. Os visitantes têm a oportunidade de aprender a criar flores em argila marmorizada e também a divertida técnica do belisco (pinch pot), passando pela curiosa experiência do raku (técnica de cozedura das peças cerâmicas) de micro-ondas.

Haverá ainda o ensinamento de técnicas para confecção de chocalhos e criação de máscaras para crianças. Tudo em argila. As aulas são ministradas pelos próprios ceramistas que se revezam para que o público possa interagir com eles, vivenciando técnicas e processos. Para participar, observando o limite de vagas, basta se inscrever no local meia hora antes.

Memória viva

Ocorrido há três anos, o rompimento da Barragem do Fundão, no distrito de Bento Rodrigues, a 35 km de Mariana (MG), será rememorado com a oficina das professoras Emmanuela Tolentino e Djenane Vera. Adultos e crianças serão convidados a criar personagens e ambientes simbolizando a reconstrução do lugar.

Integrante da comissão que organiza o evento, a ceramista Maria do Carmo Reis explica que as atrações da feira foram selecionadas a partir de propostas feitas pelos expositores. “Cerâmica é um produto ecológico, vem da terra, do barro. Sempre tivemos a preocupação com as questões ambientais. Além de produzir belas peças, é importante despertar a consciência crítica das pessoas.”

33ª Feira de Cerâmica de Belo Horizonte:

Horários:

Sexta-feira, 30 de novembro das 9h às 18h

Sábado, 1º de dezembro: das 9h às 18h

Domingo, 2 de dezembro: das 9h às 13h

Local: Mercado Central de Belo Horizonte, no Piso do Mezzanino, ao lado do estacionamento - Av. Augusto de Lima, 744, Centro, tel. (31) 3274-9497

Programação das oficinas, demonstrações de técninas e performances-instalações:

- Sexta, 30/11:

Demontrações de torno: 10h - Profa. Marlúcia Temponi, 11h - Profa Cristiana Souza

14h - Prof. Celson J. Silva - 15h30 - Beliscando seu potinho/Pinch Pot - Profa. Regiane Espírito Santo.

- Sábado,1º/12:

9h30 Raku de microondas - Prof.as Aivete Sta Cecília & Sonia Rigueira.

10h30 Performances-instalações: Gilberto Macruz e Marco Scarassatti: "Antes do Barro, o som".

14h Não esquecemos Mariana (criação de personagens e ambientes de Bento Rodrigues) - Profas. Emmanuela Tolentino e Djenane Vera.

- Domingo, 02/12:

10h Máscaras de argila para crianças - Prof.as Bernadette Santiago & Lídia Miquelão.

* Para participar das oficinas, as iscrições são gratuitas e feita no local, meia hora antes do seu início. Vagas limitadas por oficina.

Fotos: Divulgação / Mariana Tavares


Postar comentário