Ministro de Minas e Energia participará de evento na ALMG

Bento Albuquerque fará palestra magna do “II Debate Público Energias Renováveis – A Construção do Desenvolvimento Sustentável”
Da Redação / redacao@revistaecologico.com.br
Energia
Publicado em: 17/06/2019

O ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque confirmou sua participação no “II Debate Público Energias Renováveis – A Construção do Desenvolvimento Sustentável”. O evento será realizado pela Comissão Extraordinária das Energias Renováveis e dos Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no próximo dia 25. Na ocasião, será debatida a necessidade de atração de investimentos para o setor, por meio de aspectos como a regulação da produção de energia, uma política tributária eficiente, financiamentos adequados, a celeridade nas análises ambientais e o investimento na infraestrutura das linhas de transmissão.

Foto: José Cruz/ABR
Foto: José Cruz/ABR

Para acompanhar a palestra do ministro, que será seguida de um debate, é preciso se inscrever (para mais informações, clique aqui). O evento foi solicitado pelo presidente da comissão, deputado Gil Pereira (PP), com apoio dos deputados Betinho Pinto Coelho (SD), vice-presidente, e Tito Torres (PSDB), e será realizado no Auditório José Alencar. “Teremos a oportunidade de debater com as autoridades federais a legislação e a regulação da produção de energia elétrica de fontes renováveis, além do financiamento das instituições financeiras federais”, ressalta Pereira.

Tendência mundial

Empreendimentos de geração de energia renovável têm sido estimulados em todo o mundo, a partir de políticas regulatórias, sobretudo neste momento, em que estão em pauta temas como a gestão de mudanças climáticas e o crescimento sustentável. Minas Gerais é um dos estados que mais investem, por exemplo, em energia solar fotovoltaica - e a capital mineira está na vanguarda disso. Segundo o Comitê sobre Mudanças Climáticas e Ecoeficiência de Belo Horizonte, a cidade tem 326 m² de placas solares instaladas por mil habitantes. Minas tem 98,6 e, o Brasil, 27,4.

De acordo com o “Atlas de Energia Elétrica do Brasil” da Aneel, o país tem um dos maiores e melhores potenciais energéticos do mundo, com cerca de 8,5 milhões de quilômetros quadrados e mais de 7 mil quilômetros de litoral e condições climáticas favoráveis. Como se encontra no chamado “cinturão solar do planeta”, sua pior irradiação apresenta índices superiores às médias mundiais. Além disso, as características predominantes dos ventos no Brasil, que são constantes e unidirecionais, proporcionam elevada produtividade. A possibilidade de geração de energia associada à biomassa de cana de açúcar, assim como os vários empreendimentos de geração de energia hidráulica distribuídos pelo território brasileiro, compõe um cenário próspero para o desenvolvimento de uma matriz elétrica que se baseie em fontes de energia renovável associadas às de geração convencional.

Confira mais informações sobre energia solar no infográfico a seguir:

(*) Com informações da ALMG.


Postar comentário