Mostra Ecofalante de Cinema: evento dedicado à temática socioambiental

A programação terá exibições de 132 filmes de 32 países
Bruno Frade- bruno@souecologioco.com
Meio Ambiente
Publicado em: 17/05/2019

Um ciclo sobre as utopias e o cinema militante pós-68, o Panorama Internacional Contemporâneo, a Sessão Infantil e o 2º Seminário de Cinema e Educação, além dos novos programas Mostra Brasil Manifesto e Realidade Virtual. Estas são algumas atrações da oitava edição da Mostra Ecofalante de Cinema, considerado como o mais importante evento audiovisual dedicado ao tema socioambiental da América do Sul.

Todas as atividades são gratuitas e acontecem de 29 de maio a 12 de junho. No total, são exibidos 132 filmes, de 32 países. A mostra celebra a Semana Nacional do Meio Ambiente e o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de junho.

Entre os destaques da programação está o Mostra Brasil Manifesto que traz títulos recentes assinados por diretores brasileiros, como “Amazônia, o Despertar da Florestania” da atriz Christiane Torloni e do cineasta Miguel Przewodowski; “Frans Krajcberg: Manifesto”, da realizadora Regina Jehá; a nova produção do premiado diretor Orlando Sena, “A Idade da Água”; o inédito “O Amigo do Rei”, de André D’Elia; e o longa-metragem, assinado por André di Mauro, “Humberto Mauro”, homenagem ao importante realizador pioneiro.

Todas as atividades são gratuitas e acontecem de 29 de maio a 12 de junho. No total, são exibidos 132 filmes, de 32 países. Foto: Yover
Todas as atividades são gratuitas e acontecem de 29 de maio a 12 de junho. No total, são exibidos 132 filmes, de 32 países. Foto: Yover

Um dos principais focos do festival, o Panorama Internacional Contemporâneo reúne 44 obras e se organiza em sete eixos: Cidades, Economia, Povos & Lugares, Recursos Naturais, Saúde, Sociobiodiversidade e Trabalho. Entre os filmes está “Frente Atômica”, sobre cidadãos de uma cidade dos EUAque lutam contra a negligência governamental que permitiu um lixão radioativo em seus quintais; “Jane” , filme sobre a pioneira primatóloga Jane Goodall que utiliza imagens de arquivo de mais de 50 anos da National Geographic, “Antropoceno: A Era Humana”, selecionado pelos festivais de Berlim e Sundance; “Vulcão de Lama: A Luta Contra a Injustiça”, da diretora Cynthia Wade; e "Pra Cima, Pra Baixo e Pros Lados: Cantos de Trabalho”, que retrata uma aldeia no estado indiano de Nagaland.

Um total de 24 produções estão incluídas na Competição Latino-Americana deste ano, representando obras da Argentina, Brasil, Colômbia, México, Peru e Venezuela.

Já o Concurso Curta Ecofalante reúne 13 títulos, com trabalhos produzidos em Alagoas, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Santa Catarina, completando todas as regiões do país.

Bem-vindos a Sodoma (Abertura_Contemporaneos)
Bem-vindos a Sodoma (Abertura_Contemporaneos)

A nova sessão Realidade Virtual exibe projetos que possibilitam ao espectador vivenciar uma sensação de que foi transportado para outro espaço e uma outra realidade. O público pode conferir os títulos: “Mudanças Climáticas: O Preço do Banquete” que viaja aos confins da terra para descobrir as pessoas e os lugares mais atingidos pelas mudanças climáticas, e “Micro-Gigantes”, uma animação realista que permite experimentar o ecossistema a partir da perspectiva única do “micro mundo” dos insetos.

Para mais informações sobre a Mostra Ecolofalante de Cinema, acesse: www.ecofalante.org.br


Postar comentário