Nota de pesar e solidariedade - Sindiextra

Informe Publicitário
Publicado em: 29/01/2019

O Sindiextra – Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais, por sua diretoria e associados, vem manifestar o seu mais profundo pesar em razão do rompimento da barragem ocorrido na última sexta-feira, em Brumadinho. Lamentamos por todas as vítimas do acidente e nos solidarizamos com os seus familiares.

Estamos acompanhando as operações de resgate e de atendimento das vítimas e, em conjunto com a FIEMG e com as principais indústrias de Minas Gerais, nos colocamos à disposição das autoridades públicas para prestar todo apoio que se fizer necessário.

O Sindiextra desenvolve um trabalho incansável na busca e no fomento de novas técnicas e tecnologias visando o reaproveitamento e a disposição dos rejeitos decorrentes da atividade de beneficiamento de minério, objetivando o esvaziamento dessas barragens. A disposição de rejeitos em barragens já vem sendo substituída por novas técnicas de disposição como a filtragem e o empilhamento de rejeitos. Os rejeitos, também, já são estudados para aproveitamento na construção civil e na pavimentação de vias. O alteamento de barragens pelo método à montante já não é mais utilizado pelo setor.

Agradecemos a imensa solidariedade do povo mineiro e brasileiro, que vem se mobilizando com ações e doações para as vítimas do acidente. Por meio de psicólogos e assistentes sociais do SESI – Serviço Social da Indústria, estamos prestando atendimento aos empregados da Vale, seus familiares e às comunidades atingidas.

Ressaltamos o pronto atendimento das autoridades federais, estaduais e municipais na tomada de medidas necessárias ao amparo das vítimas e contenção dos danos.

Lamentamos mais uma vez o acontecido e não mediremos esforços no sentido de amenizar a dor das vítimas e de seus familiares.

Esperamos uma rápida e profunda investigação do ocorrido, visando esclarecer as causas, a fim de evitar que acidentes como esse voltem a se repetir, bem como para que os responsáveis respondam na forma da Lei.

O setor mineral, ciente de sua responsabilidade para com a sociedade, não pode permitir que outros acidentes semelhantes ocorram.

SINDIEXTRA – Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais


Postar comentário