Doc “O Verde Está do Outro Lado” chega aos cinemas

Filme discute direito à água a partir de paralelo entre Brasil e Chile
Bruno Frade - bruno@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 21/08/2019

A exploração da água como um bem para poucos é destrinchada no filme O Verde Está do Outro Lado, de Daniel A. Rubio, longa de estreia do diretor. Produzido entre Chile e Brasil, o documentário mostra um paralelo entre as experiências dos dois países a partir da perspectiva da Província de Petorca, a 200 quilômetros de Santiago, e de Correntina, que fica no oeste da Bahia.

Foram realizadas entrevistas com moradores da região, ambientalistas e políticos para ajudar a construir a narrativa que conta os desafios econômicos e ambientais entorno das batalhas pela água. A produção explora os efeitos da privatização da gestão da água vivida pelo Chile em 1981 e os reflexos negativos quase quatro décadas depois.

O Brasil tem 12% da água doce do planeta, mas a realidade da cidade de Correntina, conhecida como a caixa d'água do Brasil, mostra um futuro distante: grandes produtores de soja já foram responsáveis por extinguir 17 riachos nos últimos 15 anos.

O Verde Está do Outro Lado, que estreia no dia 22 de agosto (São Paulo, Rio de Janeiro, Santos, Curitiba, Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife), resume o efeito que as privatizações, a acumulação de riqueza e a globalização exercem na falta de acesso a serviços básicos vivida por muitas pessoas.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Confira a sinopse:

O doc apresenta um paralelo entre as experiências do Chile e do Brasil para tratar do acesso das populações à água, destacando as sutilezas econômicas e ambientais envolvidas na disputa pelo maior bem da humanidade, que é crucial para o futuro do planeta. O Verde Está do Outro Lado mostra como em Petorca, a água que está nas mãos de grandes empresas e tem prejudicado pequenos agricultores e suas famílias.

Assista o trailer:


Postar comentário