Países africanos querem declarar emergência climática global

Moçambique, Malawi e Zimbabwe demorarão para se recuperar da devastação provocada pelos dois furacões que atingiram a região este ano
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 24/09/2019

Um grupo de países africanos pretende ir à ONU declarar uma emergência climática global como guarda-chuva para uma série de demandas. A primeira é tornar as metas de Paris vinculantes, obrigando os países a cumpri-las. A segunda é assegurar recursos para esses países enfrentarem os impactos da mudança climática.

Moçambique, Malawi e Zimbabwe demorarão para se recuperar da devastação provocada pelos dois furacões que atingiram a região este ano. Mais ao norte, o Kenya e a Somália estão sofrendo com uma forte seca desde o ano passado.

Divulgação/Unicef
Divulgação/Unicef

Mohamed Adow, da Christian Aid, disse à Reuters que “os africanos conheceram a emergência climática bem antes dos outros países” e que os governos devem reduzir as emissões urgentemente para manter o aquecimento global abaixo dos 1,5°C.

Fonte: Climainfo


Postar comentário