Parna de São Joaquim regulariza mais 957 hectares

Unidade de conservação, localizada em Santa Catarina, foi criada em 1961
Saúde e Meio Ambiente
Publicado em: 10/09/2018

O Parque Nacional de São Joaquim, localizado em Santa Catarina, regularizou mais 957 hectares da área já delimitada da unidade. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) adquiriu a Fazenda Caiambora, situada na parte norte do parque.

A área é estratégica para a consolidação da unidade de conservação, pois a localização é central, no sentido do Morro da Igreja, e está conectada com outros terrenos desapropriados, formando um bloco de imóveis já regularizados pelo instituto.

A área adquirida tem importância ambiental, de uso público e de pesquisa, enumera o chefe da unidade, Paulo Santi Cardoso da Silva. Segundo ele, há matas de araucárias, matinhas nebulares e campos de altitudes úmidos em excelente estado de preservação.

Além disso, localiza-se na área das nascentes dos rios Pelotas e Urubici, dois dos mais importantes corpos d'água da região Sul do Brasil. “A área vinha sendo usada pela pecuária extensiva, tendo ocorrido grande desmate para tal finalidade. Com a aquisição da propriedade, reduzem-se essas pressões”, ressalta.

Criado em 1961, o Parna São Joaquim tem quase dez cachoeiras de grande beleza cênica, entremeadas por trilhas abertas à prática do montanhismo. A unidade integra o Caminho das Araucárias, abrigando travessia entre o Morro da Igreja e os Campos de Santa Bárbara.

Fonte: ICMBio


Postar comentário