Pet: Cuidados com os olhos devem ser intensificados no frio

Clima seco e baixa umidade aumentam a incidência de doenças oculares
Bruno Frade - bruno@souecologico.com
PET
Publicado em: 18/06/2019

O inverno está chegando e junto com o frio vem a necessidade de redobrar a atenção do pet quanto à saúde dos olhos. O período de transição entre o fim do outono e a chegada de uma nova estação traz mudanças bruscas de temperatura. O tempo fica muito mais seco e, com a baixa umidade, aumentam as possibilidades de doenças relacionadas ao clima, como síndrome do olho seco e alergias.

O cenário de temperaturas amenas e com baixa quantidade de chuva levam ao aumento da evaporação do filme lacrimal, responsável pela hidratação, proteção e nutrição do globo ocular. “Os olhos dos pets ficam menos lubrificados e mais expostos à poluição, que é o ambiente propício para o desenvolvimento de processos alérgicos e infecções oculares”, explica a veterinária da UCBVET Saúde Animal, Mariana Castro Amâncio.

Foto: Domínio Público
Foto: Domínio Público

Para evitar a evaporação do filme lacrimal alguns cuidados são indispensáveis, como: manter sempre água limpa e fresca, evitar o uso excessivo de ar acondicionado e ventiladores, e deixar os ambientes arejados e sem pó.

Outros fatores podem diminuir também a produção de lágrima, como por exemplo, a administração de medicamentos simples e que costumam ser utilizados no dia a dia, como dipirona, anti-histamínicos, diuréticos e outros.

Além de questões climáticas e do uso de alguns medicamentos, há ainda condições patológicos que levam à síndrome do olho seco. Animais atópicos (alérgicos), algumas patologias de pele, doenças autoimunes e pets com idades mais avançadas são algumas situações. Em todos esses casos o pet deve ser consultado com um veterinário!


Postar comentário