Plataforma ‘Brasil do Amanhã’ debate conservação de florestas

Um dos objetivos do evento é discutir formas sustentáveis de geração de renda em áreas verdes protegidas
Educação Ambiental
Publicado em: 30/08/2018

O Museu do Amanhã, com apoio da Fundação Roberto Marinho, do Instituto Clima e Sociedade (ICS), do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), da GloboNews e da sua rede estendida de parceiros lançou, no fim de 2017, um movimento nacional pela qualidade do debate e pela defesa, promoção e desenvolvimento de agendas propositivas para o Brasil.

Intencionalmente organizada a um ano das eleições majoritárias, a plataforma “2018: Brasil do Amanhã” se propõe a discutir temas de interesse nacional de maneira científica a partir de dados concretos, evidências ou constatações acadêmicas. O objetivo é aprimorar o nível de informação, engajamento social e mobilização no período que antecede o processo de representação democrática pelo voto.

Para debater como proteger a nossa biodiversidade e encontrar formas sustentáveis de gerar renda com e nas nossas florestas, a Plataforma vai debater esse no próximo dia 17 de setembro, das 18h às 21h, no Auditório do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

A cada mês, são promovidos eventos temáticos no Auditório do Museu do Amanhã, transmitidos via streaming pelo site do Canal Futura. Todo o conteúdo produzido nos encontros, que reúnem especialistas técnicos conhecedores do tema em questão, fica documentado não apenas em vídeo, mas também por meio do site www.brasildoamanha.org.br

Ao longo dos próximos meses até as vésperas das eleições, “2018: Brasil do Amanhã” organizará uma série de eventos em formatos específicos, visando comunicar de forma eficiente, variada, inclusiva e apartidária os desafios e os compromissos necessários para a construção de um país melhor.

A inscrição é gratuita! Para participar é necessário adquirir o ingresso acessando aqui.

Fonte: Museu do Amanhã


Postar comentário