Polícia Federal fecha mais garimpos ilegais

Helicópteros apreendidos foram levados à Polícia Federal
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 16/10/2019

A Polícia Federal fechou mais dois garimpos no Pará e em Roraima.

Um deles ficava na Floresta do Araguaia, sudeste do Pará. Segundo O Globo, “quatro pessoas foram presas e armas, munições, mira telescópica e colete balístico foram apreendidos durante a ação. A dona do garimpo responderá pelos crimes de danos ambientais e extração ilegal de minério.”

A outra operação agiu em Amajari, em Roraima. Também segundo O Globo, “a propriedade era usada como local de partida para área de garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami. Combustíveis, armas, munições, R$ 10 mil e pepitas de ouro foram apreendidas.”

Divulgação/PM
Divulgação/PM

Felipe Betim, no El País, conta que só aumenta a quantidade e a violência das invasões em Terras Indígenas e outras áreas protegidas e até mesmo em terras de pequenos agricultores. O cacique Turu, da etnia Araras, conta que quase todas as noites saem com caminhões carregados com jatobá, ipê, massaranduba ou angelim. “Já fizemos denúncias, mas até agora não tomaram providências (…) É indignante ver que estão roubando algo que é nosso e não poder fazer nada. Nós sobrevivemos da mata, da caça de macacos, jabutis (…) A nossa briga é para que os brancos não desmatem tudo.”

Fonte: Climainfo


Postar comentário