Quais são os melhores adubos para as plantas?

Confira três tipos que vão deixá-las bem fortes!
Bruno Frade - bruno@souecologico.com
Jardim
Publicado em: 02/05/2019

O contato com flores, árvores e terra são ótimas formas de aproximar da natureza e relaxar. Tem algo mais enriquecedor para o nosso bem-estar do que plantar sementes e observar todo o processo de desenvolvimento apreciando tanta beleza diante dos nossos olhos?

Para acompanhar esse crescimento é preciso saber quais alimentos são ideais, além da luz e água. Com o passar do tempo é muito comum que os nutrientes presentes na terra vão esgotando e será preciso repô-los. O adubo, também conhecido como fertilizante é a melhor forma para enriquecer o solo.

Neste post, a Ecológico listou os três melhores adubos que vão deixá-las bem fortes!

Foto: Domínio Público
Foto: Domínio Público

Minerais

Os adubos minerais têm origem de diferentes rochas e são facilmente absorvidos pelas plantas. Uma das suas características é melhorar a fertilidade do solo, atendendo as necessidades emergências das verdinhas.

Eles contêm os nutrientes primários NPK, nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K). Dependendo da concentração, podem ser mais ou menos nitrogenados, fosfatados ou potássicos.

As plantas que precisam mais de nitrogênio (N) são aquelas que essencialmente produzem folhas (por exemplo: alface), gramados, plantas verdes de interior, bambu e outros arbustos com folhagem decorativa.

Já o fósforo (P) é mais indicado para plantas com flores e frutos, mas também sementes de hortaliças, como ervilhas e lentilhas. E o potássio (K) são ideiais para arbustos floridos, árvores frutíferas, bulbos, raízes e rosas.

Foto: Domínio Público
Foto: Domínio Público

Orgânicos

Estes são de origem animal ou vegetal, e às vezes mistura dos dois. Reúnem ingredientes orgânicos que geralmente vêm de resíduos industriais. Algusn exemplos dos mais encontrados no mercado: húmus de minhoca, esterco e farinha de ossos.

Também temos a opção dos orgânicos: origem vegetal provenientes do processo de compostagem de plantas, algas ou preparações como esterco, entre outros.

Outa dica é o "adubo verde"! Algumas espécies são plantadas e depois cortadas no próprio local de cultivo. Por meio da decomposição, liberam minerais e outros nutrientes enquanto favorecem a microbiologia do solo.

Organominerais

A nossa terceira e última dica, os fertilizantes organominerais! É uma mistura de substâncias minerais e orgânicas (origem animal ou vegetal) que têm um efeito complementar. Enquanto os minerais disponilizam nutrientes às plantas, os orgânicos enriquecem o solo.

Foto: Domínio Público
Foto: Domínio Público

Postar comentário