Réveillon do Rio de Janeiro gera 762 toneladas de lixo

Somente em Copacabana, 351 foram recolhidas pela Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb)
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 03/01/2020

O réveillon do Rio de Janeiro gerou 762 toneladas de lixo, segundo um balanço da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) divulgado na última quarta-feira (1). Desse número, 351 toneladas foram recolhidas somente em Copacabana.

A operação em Copacabana mobilizou 1,2 mil garis. Logo às 10h da última quarta, primeiro dia de 2020, as pistas da Avenida Atlântica já estavam lavadas com água de reúso e abertas ao tráfego de veículos.

Existem outros pontos de destaque. Na Barra da Tijuca, foram 142 toneladas de lixo recolhidas; em Ipanema e Leblon, 90 toneladas; no Recreio, 63 toneladas; no Piscinão de Ramos, 17 toneladas; e na Ilha do Governador, 32,5 toneladas.

Ruas já estavam limpas ás 10h da última quarta-feira (Foto: Divulgação/Comlurb)
Ruas já estavam limpas ás 10h da última quarta-feira (Foto: Divulgação/Comlurb)

Em Copacabana, o número deste ano foi menor do que em 2018, quando foram recolhidas 385 toneladas de resíduos. No ano passado, na capital, foram contabilizadas 757 toneladas de lixo.

Segundo a Comlurb, a pré-limpeza de Copacabana foi feita das 20h de terça-feira (31) às 5h de quarta (1°), com o recolhimento de 46 toneladas de resíduos, sendo cerca de 4,5 toneladas de materiais potencialmente recicláveis.

De acordo com a companhia, 3.420 funcionários foram distribuídos nos diversos pontos de festejo, com apoio de 177 veículos, entre eles caminhões basculantes, compactadores, do tipo gaiola e pipas, e mais 35 equipamentos, como pás mecânicas, mini pás e tratores de praia. Foram instalados 1.315 contêineres e 140 caixas metálicas de grande capacidade.


Postar comentário