Rio: Polícia Ambiental faz mapeamento da bacia do Rio Guandu

Após levantamento, será possível identificar fontes poluidoras
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 11/02/2020

Os afluentes e efluentes que deságuam na bacia hidrográfica do Rio Guandu passam por um levantamento minucioso do Comando de Polícia Ambiental (CPAm) da Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro. O trabalho, segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar, começou neste fim de semana nos rios, canais naturais, tubulações e valas clandestinas que interferem na bacia considerada a fonte primária de abastecimento do Rio e de municípios da Baixada Fluminense.

Para o Comandante do CPAm, coronel Rodrigo Sanglard, depois do levantamento, os técnicos dos dois órgãos ambientais estaduais terão mais condições de avaliar a água de todos esses pontos. “As amostras indicarão a carga de poluentes e o tipo de substância tóxica despejada na bacia, além de ajudar a identificar a origem da fonte poluidora”, disse.

As equipes fazem o mapeamento fotográfico e georreferenciado de 35 quilômetros do Guandu, entre a estação de captação da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) e a represa da hidrelétrica de Paracambi. “Com apoio de uma equipe do Grupamento Aeromóvel (GAM) da Polícia Militar, os policiais militares do CPAm estão subindo o rio em duas embarcações, uma em cada margem, para identificar e fotografar todos os pontos de despejo de água na bacia”, informou, em nota, a secretaria.

Divulgação/Inea
Divulgação/Inea

A expectativa é de que até o fim desta semana, o trabalho seja concluído e compartilhado com a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea). O levantamento atinge todos os pontos de despejo de rios e canais naturais (afluentes) e tubulações ou valas clandestinas (efluentes) que chegam à bacia hidrográfica.

A bacia hidrográfica do Rio Guandu, que se estende em uma área de 3.600 quilômetros quadrados, é formada pelos rios Guandu, da Guarda e Guandu-Mirim e abrange uma área de 15 municípios: Seropédica, Itaguaí, Paracambi, Japeri, Queimados, Miguel Pereira, Vassouras, Piraí, Rio Claro, Engenheiro Paulo de Frontin, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Mendes, Mangaratiba e Barra do Piraí.

Fonte: Agência Brasil


Postar comentário