Sirenes são acionadas em Brumadinho por risco de mais uma barragem se romper

37 mortes foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros; 256 pessoas desaparecidas
Da Redação / Ecológico – redacao@revistaecologico.com.br
Mineração
Publicado em: 27/01/2019

Por volta das 5h30 da manhã deste domingo (27/01), após constatar aumento no volume da barragem VI da Mina do Córrego do Feijão, a Vale acionou sirenes de alerta em Brumadinho (MG). A população do município está sendo orientada a deixar áreas de risco.

O Corpo de Bombeiros (CBMMG) estabeleceu três pontos de apoio como seguros: o Quartel da Polícia Militar, a Igreja Matriz e o Morro do Querosene. Esses locais estão sendo organizados com ajuda da Defesa Civil municipal e de outros órgãos de segurança.

Áreas de risco

Quatro zonas são consideradas críticas e devem ser esvaziadas. Ninguém deve permanecer no Parque da Cachoeira, Pires, no Centro de Brumadinho e no bairro Novo Progresso. A previsão é de que 24 mil pessoas terão de deixar essas áreas consideradas de risco elevado.

De acordo com o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, pelos estudos feitos, caso outra represa se rompa, 30 minutos é o tempo que o material levaria para chegar ao centro da cidade.

“Lembrando que, antes do Centro de Brumadinho, nós temos outras áreas, por exemplo, o Parque da Cachoeira, que é a área que seria diretamente atingida. Por isso, o foco da nossa evacuação, que já está sendo feita nesse momento, é principalmente nesse local”, disse em entrevista coletiva.

Foto: CBMMG
Foto: CBMMG

Foram confirmados até a manhã deste domingo, segundo o Posto de Comando Unificado, que congrega Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e outros órgãos, 37 óbitos. Há também a informação de 192 pessoas resgatadas e 256 desaparecidos.

Para priorizar a retirada dos moradores das áreas de risco, os trabalhos de busca foram interrompidos momentaneamente.

(Atualização - 11h02: O CBMMG chegou a divulgar a Delegacia de Brumadinho como local de apoio, mas constatou-se depois que ela também está sujeita a inundação. Portanto, a nova indicação é que os moradores procurem o Quartel da PM, na Rua Itaguá, 3.300, Progresso - Brumadinho)


Postar comentário