Trump enfrenta resistências para explorar petróleo

Presidente enfrenta resistências para abrir novas áreas de exploração no Alasca
Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Política Ambiental
Publicado em: 02/10/2019

Duas notícias sobre novas área de exploração de petróleo mostram a diferença de como isto é visto nos EUA de Trump e por aqui. Lá, segundo o The Hill, Trump enfrenta resistências para abrir novas áreas de exploração no Alasca, embora seus apoiadores cheguem a afirmar que a crise climática não existe e não pode ser impeditiva para extrair mais petróleo e gás.

Aqui, os leilões de exploração de áreas de petróleo e gás, tanto no pré-sal quanto em terra, são motivo de comemoração, como se a mudança do clima não existisse.

A Bloomberg informou que o próximo leilão de partilha do pré-sal atraiu as grandes petroleiras do mundo, atrás de reservas “maiores do que as provadas no México”. Ela cita as BP, Exxon Mobil, Chevron e Shell, que já se cadastraram para o leilão.

Reuters - via Agência Brasil
Reuters - via Agência Brasil

Segundo nota da epbr do início de setembro, “os planos de investimentos das petroleiras com blocos exploratórios e campos de produção contratados no Brasil preveem (para o período entre 2019 e 2023) um total estimado de R$ 326 bilhões, com todos os investimentos em plataformas, sistemas de coleta e outras despesas.”

Fonte: Climainfo


Postar comentário