Volume de óleo retirado do Nordeste chega a 900 toneladas

Resíduos oleosos (mistura de óleo e areia) tomam conta das águas do Nordeste do Brasil desde o fim de agosto deste ano
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Meio Ambiente
Publicado em: 22/10/2019

A Marinha do Brasil informou, nessa segunda-feira (21), que 900 toneladas de resíduos oleosos (mistura de óleo e areia) já foram retirados das praias do Nordeste do país. O óleo se alastra pela região desde o fim de agosto deste ano, com primeiro registro na Paraíba e depois se alastrando a outros estados, como Pernambuco, Alagoas, Ceará, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e, mais recentemente, Bahia.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou que 72 cidades tiveram as praias afetadas pelo material, ainda de origem incerta para as autoridades. O navio Aggressor e o navio CBO Niterói, especializados em óleo no mar, da Petrobras, assim como as embarcações da Marinha estão na região para apoiar a identificação e realizar a limpeza da área.

Óleo pode afetar os animais marinhos de diferentes maneiras (Foto: Adema/Governo de Sergipe)
Óleo pode afetar os animais marinhos de diferentes maneiras (Foto: Adema/Governo de Sergipe)

Uma aeronave do Ibama também foi acionada para ficar em Pernambuco com a intenção de monitorar o local. Equipes da Marinha também estão fazendo o monitoramento da Ilha de Itaparica (BA), no interior da Baía de Todos os Santos, e do litoral norte de Salvador, das praias do Rio Vermelho até as proximidades de Jauá.

De acordo com o Ibama, até o momento, 35 animais foram conhecidamente afetados: 17 tartarugas marinhas que morreram, 11 vivas; duas aves com óbito e duas vivas; e um peixe morto.

O óleo pode afetar os animais marinhos de diferentes maneiras - alguns podem ingerir a substância ou ter a locomoção comprometida pelo contato do óleo com a pele. De acordo com o Ibama, como medida preventiva, 2.190 filhotes de tartarugas marinhas foram capturadas preventivamente na Bahia e 624 em Sergipe. Esses animais ficarão em observação.

As primeiras manchas de óleo no litoral nordestino apareceram no final do mês de agosto, nas praias de Tambaba e Gramame, no município de Conde, e na Praia Bela, em Pitimbu, na Paraíba.


Postar comentário